Blog

Debug WordPress : O Guia passo a passo para encontrar erros no WordPress

Flavio Henrique
Escrito por Flavio Henrique em 30/01/2023
Debug WordPress : O Guia passo a passo para encontrar erros no WordPress
Junte-se a mais de 1000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Introdução

Quando você inicia o desenvolvimento de sites com o CMS WordPress, pode enfrentar diversos problemas e erros durante o processo. Para ajudá-lo a encontrar a origem destes erros e problemas, existe o Debug WordPress. Neste artigo, explicaremos o que é o debug no WordPress, como configurar o debug, como acionar o modo de depuração do WordPress e outros procedimentos necessários para corrigir erros e problemas no WordPress. Aprenda como usar o debug WordPress para encontrar erros no WordPress, verificar logs de erro do servidor, corrigir erros comuns do WordPress e usar depuradores para encontrar erros no código PHP.

O que é Debug WordPress?

O Debug WordPress é uma poderosa ferramenta que permite aos desenvolvedores encontrar erros no conteúdo do seu website desenvolvido utilizando o CMS WordPress. É um processo que ajuda a identificar os erros e problemas que estão ocorrendo em seus websites, a fim de que possam ser corrigidos da melhor forma possível.

De forma geral, o Debug WordPress é um processo que consiste em examinar o código-fonte do seu website em busca de erros. Por meio deste processo, pode-se identificar problemas relacionados ao conteúdo, como por exemplo, erros de sintaxe, problemas de acentuação, erros de formatação, entre outras.

Ao usar o Debug WordPress, é possível encontrar erros de forma precisa e rápida. Como o processo de debug é baseado em linha de código, o desenvolvedor tem a capacidade de identificar e corrigir erros com facilidade. Além disso, o Debug WordPress também possibilita a inspeção de variáveis e objetos, que são fundamentais para a correção de erros no conteúdo do website.

Se você estiver interessado em usar o Debug WordPress, é importante saber que existem algumas etapas que você precisa seguir. Primeiro, você deve configurar o seu ambiente de debug. Esta etapa envolve a configuração de definições específicas no seu website, como por exemplo, a ativação do modo debug e a habilitação de logs de erros.

Em seguida, é necessário acessar o código-fonte do seu website e iniciar o processo de debug. Aqui, você pode examinar o código-fonte e identificar os erros que estão afetando o conteúdo do seu website. Por fim, é necessário corrigir os erros encontrados para que o seu website funcione corretamente.

Configurando o Debug

A etapa de configuração do Debug no WordPress é fundamental para detectar erros e solucionar problemas no seu site. Para começar, você deve acessar o arquivo ‘wp-config.php’ do seu site. Esse arquivo geralmente está localizado na raiz do seu site WordPress, ou em /public_html/wp-config.php.

Uma vez que o arquivo esteja aberto, procure pela seguinte linha de código: define(‘WP_DEBUG’, false);. Se você não encontrar essa linha, adicione-a logo acima da linha “That’s all, stop editing! Happy blogging.”

Após adicionar essa linha, mude o “false” para “true”. Seu arquivo wp-config.php deverá ficar da seguinte forma:

define(‘WP_DEBUG’, true);

Após isso, salve as alterações.

Agora você terá que escolher onde os erros devem ser exibidos. Há duas opções nesta etapa: você pode configurar o debug para que os erros sejam exibidos na tela ou você pode escolher que eles sejam armazenados em um arquivo de log.

Se você quiser exibir erros na tela do seu site, adicione as seguintes linhas ao seu arquivo wp-config.php, logo acima da linha “That’s all, stop editing! Happy blogging.”

define( ‘WP_DEBUG_LOG’, true );
define( ‘WP_DEBUG_DISPLAY’, true );

Se você quiser armazenar os erros em um arquivo de log, adicione as seguintes linhas ao seu arquivo wp-config.php, logo acima da linha “That’s all, stop editing! Happy blogging.”

define( ‘WP_DEBUG_LOG’, true );
define( ‘WP_DEBUG_DISPLAY’, false );

Salve as alterações e você estará pronto para usar o Debug no seu site WordPress.

Configurar as Configurações de Depuração do WordPress

Configurar as configurações de depuração do WordPress é uma etapa importante ao usar o recurso de depuração do WordPress. Esta seção explicará detalhadamente como configurar as configurações de depuração do WordPress para que você comece a depurar seu site WordPress.

Antes de você começar a configurar as configurações de depuração do WordPress, certifique-se de que o recurso de depuração do WordPress está ativado. Você pode conferir isso atualizando a página de configurações gerais. Se você não tiver acesso à página de configurações gerais, pode ativar o recurso de depuração do WordPress manualmente alterando o arquivo wp-config.php do seu WordPress. Para isso, adicione esta linha de código ao arquivo:

`define(‘WP_DEBUG’, true);`

Após ter ativado o recurso de depuração do WordPress, você precisa configurar as configurações de depuração do WordPress. Estas configurações definem o modo como o WordPress relatará as falhas e erros em seu site. Você pode configurar as configurações de depuração do WordPress alterando o arquivo wp-config.php do seu WordPress.

Para configurar as configurações de depuração do WordPress, adicione estas linhas de código ao arquivo wp-config.php do seu WordPress:

“`
define(‘WP_DEBUG_LOG’, true);
define(‘WP_DEBUG_DISPLAY’, false);
“`

Essas duas linhas de código dizem ao WordPress para salvar os erros e mensagens de depuração no arquivo debug.log, que está localizado no diretório raiz do seu WordPress. Isso significa que você pode verificar facilmente as mensagens de depuração e erros, ao invés de verificar o monitoramento do servidor. Além disso, elas também dizem ao WordPress para não exibir os erros e mensagens de depuração diretamente para os usuários finais.

Acionar o Modo de Depuração do WordPress

Aplicativos, temas e plugins WordPress podem gerar erros, e usar o modo de depuração do WordPress é a maneira mais fácil de encontrá-los. Ativar o modo de depuração no WordPress permite que você veja erros específicos, mensagens de depuração e outras informações importantes no tempo real, ajudando você a identificar e resolver problemas com seu site WordPress.

Ativar o modo de depuração no WordPress é fácil e há algumas maneiras diferentes de fazê-lo. O modo de depuração pode ser ativado por meio de uma opção no painel Administração do WordPress ou no arquivo de configuração do WordPress. Você também pode desabilitar ou excluir o modo de depuração usando o painel Administração do WordPress ou o arquivo de configuração.

Ativar a depuração no Painel Administração do WordPress

Para ativar o modo de depuração no WordPress, vá para o painel Administração do WordPress. Na barra de navegação do lado esquerdo, clique em Configuração. Então, clique na guia Depuração.

Você verá a opção ‘Ativar o Modo de Depuração’. Marque essa caixa de seleção e clique em Salvar alterações.

Agora que o modo de depuração está ativado, o WordPress mostrará erros específicos, mensagens de depuração e outras informações importantes no tempo real.

Ativar a depuração no arquivo wp-config.php

Se você não conseguir acessar o painel Administração do WordPress, pode ativar o modo de depuração editando o arquivo wp-config.php.

Abra o arquivo wp-config.php em um editor de código e procure por esta linha de código:

define(‘WP_DEBUG’, false );

Altere essa linha para

define(‘WP_DEBUG’, true );

Salve o arquivo e carregue-o novamente no servidor. Agora, o modo de depuração está ativado e o WordPress mostrará erros específicos, mensagens de depuração e outras informações importantes no tempo real.

Debugando erros no WordPress

O Debugging ou Debug WordPress é uma ferramenta valiosa para encontrar e solucionar problemas em seu site WordPress. Ele fornece informações detalhadas sobre erros, avisos e ações que podem ajudá-lo a identificar e corrigir os erros. Este artigo explica como usar o Debug WordPress para identificar e corrigir erros no seu site.

A primeira etapa para debugar erros do WordPress é acessar seu painel de administração e ativar o Debug WordPress. Isso pode ser feito acessando o arquivo wp-config.php no diretório raiz do WordPress e adicionando o seguinte código:

/* Ative o Debug WordPress */
define(‘WP_DEBUG’, true);

Isso permitirá que o WordPress exiba avisos e erros no seu site. Em seguida, você deve criar um log de depuração (debug log). Você pode fazer isso adicionando o seguinte código ao seu arquivo wp-config.php:

/* Crie um log de depuração */
define(‘WP_DEBUG_LOG’, true);

Definir isso criará um arquivo de log debug.log no diretório raiz do WordPress. É importante lembrar que isso só funcionará se o Debug WordPress estiver ativado.

Agora que o Debug WordPress está configurado, você precisará encontrar onde os erros estão ocorrendo. Isso pode ser feito abrindo o seu arquivo de log de depuração e verificando as entradas de log. Isso deve mostrar o que está acontecendo e o que está gerando o erro.

Depois de identificar onde o erro está ocorrendo, você pode corrigi-lo alterando as configurações ou o código relevante. Se isso não funcionar, você também pode tentar desativar o Debug WordPress e verificar se o erro ainda ocorre.

Depois de solucionar o erro, lembre-se de desativar o Debug WordPress no seu arquivo wp-config.php. Isso ajudará a manter seu site seguro e protegido contra possíveis invasões.

Verificar os logs de erro do servidor

Verificar os logs de erro do servidor é uma etapa importante para solucionar problemas no WordPress. Ao verificar os logs de erro do servidor, você pode obter informações sobre erros no back-end do WordPress que poderiam não estar aparecendo no site. Esta seção vai mostrar como verificar os logs de erro do servidor WordPress.

Primeiro, você precisa localizar os logs de erro do servidor. normalmente o servidor armazenará os logs em um dos seguintes locais:

* Na raiz do seu servidor
* Dentro de um diretório chamado “logs”
* Em um diretório chamado Apache

Depois de ter localizado os logs de erro do servidor, abra-o usando um editor de texto como o Notepad ++. Você verá os erros que foram registrados.

Para usar o debug no WordPress no modo avançado, você precisa editar o arquivo wp-config.php. Edite-o adicionando a seguinte linha de código antes da linha ‘É tudo, pare de editar! Parabéns:’

define(‘WP_DEBUG’, true);

Salve o arquivo e faça o upload.

A partir daí, o WordPress começará a registrar erros em um arquivo chamado debug.log na raiz do seu servidor. Você pode abri-lo e ver os erros que o WordPress está registrando, o que pode ajudá-lo na solução de problemas.

Depois de ter verificado os logs de erro, você pode usar as informações nas mensagens de erro para solucionar o problema. Se você não consegue corrigir o problema sozinho, talvez precise de ajuda de um profissional.

Tipos comuns de erros no WordPress

É importante conhecer os tipos mais comuns de erros que você poderá encontrar quando estiver trabalhando no WordPress. Isso permite que você possa identificá-los facilmente e encontrar uma solução. Se você aprender a usar o Debug no WordPress, poderá localizar e corrigir os erros mais rapidamente. Aqui estão alguns dos tipos mais comuns de erros que você pode encontrar ao trabalhar no WordPress.

Erros de Syntax: Estes erros são geralmente causados ​​por erros de sintaxe ao editar arquivos. Se você não for cuidadoso ao editar os arquivos, poderá acabar com erros de sintaxe. Para consertar esses erros, você terá que rever o código e corrigir os erros de sintaxe.

Erros de Banco de Dados: Estes erros são mais comuns durante uma atualização ou instalação de um plugin ou tema. Se você estiver tendo problemas com um plugin, você poderá usar o Debug no WordPress para verificar o banco de dados e identificar erros.

Erros de Caminho: Estes erros ocorrem quando o WordPress não consegue encontrar o arquivo necessário para executar o plugin ou tema. Isso geralmente acontece quando o arquivo foi deletado ou movido. Você pode usar o Debug no WordPress para localizar o arquivo e corrigir o erro.

Erros de Remoção de Arquivos: Estes erros geralmente são causados ​​por arquivos deletados que estão faltando no servidor. Isso frequentemente acontece durante uma atualização do WordPress. Você pode usar o Debug no WordPress para encontrar esses arquivos e restaurá-los.

Usando Depuradores para encontrar erros no código PHP

O WordPress é uma plataforma poderosa que permite a criação de websites complexos. No entanto, à medida que você começa a adicionar mais conteúdo, plugins e temas personalizados, você também aumenta a probabilidade de que algo vá errado. É aqui que entra o depurador do WordPress, um conjunto de ferramentas que pode ajudar você a encontrar e consertar problemas relacionados ao código, o que lhe poupa tempo e esforço.

O depurador WordPress é um browser do código PHP, jQuery e JavaScript que está incorporado no WordPress. Ele pode ajudar a identificar problemas de comportamento do seu site, bem como informações úteis sobre as variáveis que estão armazenadas na memória do WordPress enquanto seu site é executado. Ele também permite que você execute comandos SQL diretamente no banco de dados do WordPress.

Em primeiro lugar, você precisará configurar o depurador. Para isso, abra o arquivo wp-config.php e altere a seguinte linha de código:

define(‘WP_DEBUG’, true);

Agora, ative o depurador adicionando o código abaixo ao wp-config.php:

define(‘WP_DEBUG_LOG’, true);

O WP DEBUG LOG ativará o log de depuração no seu servidor. Isso significa que todos os erros e avisos relacionados ao WordPress serão armazenados no arquivo debug.log, que poderá ser acessado via FTP. Desta forma, você pode rastrear erros e corrigi-los.

Você também pode usar a ferramenta de depuração para verificar o código que está sendo executado. Para isso, adicione o seguinte código ao seu arquivo wp-config.php:

define(‘WP_DEBUG_DISPLAY’, true);

Isso fará com que as mensagens de erro e aviso sejam exibidas na tela do usuário, o que facilita a identificação e correção dos erros.

Assim, o depurador do WordPress é uma ferramenta essencial para quem utiliza a plataforma para a criação de sites. Ele pode ajudar a identificar e consertar problemas de forma rápida e eficiente.

Resumo e conclusão

Ao usar o WordPress, é importante saber como usar o debug. O debug WordPress possibilita encontrar erros no seu código rapidamente e de forma eficaz, para que eles sejam corrigidos o mais rápido possível. Neste guia de debug, olhamos para as principais etapas de como usar o debug no WordPress, desde como ativar o debug no ambiente local até como usar o debug para solucionar problemas no seu site.

Após o entendimento de como configurar e usar o debug no WordPress, é importante manter as coisas seguras, limpas e organizadas. Os passos mostrados aqui garantem que você possa usar o debug WordPress com segurança e confiança, sem causar danos à configuração do seu site.

Em suma, o debug WordPress pode economizar muito tempo na detecção e correção de erros no seu site de WordPress. Desde a ativação do debug no ambiente local, a implementação de filtros de depuração no site ao vivo, até a limpeza da saída de depuração gerada, esse guia abrangente ajudará você a usar o WordPress Debug com segurança e eficiência.

Olá,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.