Segurança WordPress

Recuperar WordPress Hackeado - Passo a Passo

Flavio Henrique
Escrito por Flavio Henrique em 21/01/2023
Recuperar WordPress Hackeado - Passo a Passo
Junte-se a mais de 1000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

WordPress Hackeado e agora?

Você se encontrou de repente com um site WordPress hackeado e com vírus? Pode não ser uma tarefa fácil, mas aqui estão alguns passos essenciais para recuperar o seu site no WordPress.

Neste artigo, abordaremos o que é hacking em WordPress, quais são os riscos de segurança, quais são os passos para recuperar o WordPress de um ataque de hacking e como implementar medidas de segurança, para que você possa ficar tranquilo em relação à segurança do seu site.

Onde Estão Os Riscos De Segurança?

Se você está aqui lendo este artigo, provavelmente já descobriu que seu WordPress foi hackeado ou tem um vírus. Mas onde estão os riscos de segurança que levaram à invasão?

Existem vários fatores que podem colocar seu site WordPress em risco.

O primeiro e mais comum é o uso de uma senha fraca ou não alterada. Sempre que a senha padrão para o seu site é utilizada, é possível que um invasor use um algoritmo de força bruta para adivinhar a senha e obter acesso.

Além disso, é importante garantir que todas as senhas criadas para o seu site sejam fortes, o que significa que elas devem conter letras maiúsculas e minúsculas, além de números e caracteres especiais.

Outro fator de risco comum é a manutenção deficiente das extensões do WordPress. Cada extensão do WordPress é projetada com segurança em mente, portanto, é importante garantir que todas as extensões instaladas estejam sempre atualizadas para o nível mais recente.

Isso ajudará a garantir que seu site não seja afetado por vulnerabilidades no código da extensão.

Além disso, é importante tomar precauções extras para garantir que alguém não consiga invadir seu servidor de hospedagem. Isso pode ser feito adicionando uma camada extra de segurança a seu servidor, como um firewall ou atualizando o servidor para o nível mais recente. Também é importante manter o servidor limpo, removendo qualquer software desnecessário ou arquivos inúteis.

Comprometimento de Usuários

Se você já sofreu um ataque de hacking WordPress, sabe o quanto pode ser assustador. O seu site estaria totalmente comprometido e você se sente desesperado para recuperar o WordPress hackeado. É aí que entra o comprometimento do usuário.

O comprometimento do usuário é uma maneira de ver se conseguimos identificar e recuperar o WordPress hackeado. Isso significa verificar as configurações e senhas do seu site para ver se qualquer um delas foi alterado. Além disso, podemos verificar outras informações importantes, como se há algum código malicioso ou vírus presente, ou se o seu site foi comprometido.

Se, depois de uma verificação detalhada, descobrimos que o WordPress estava realmente comprometido, então, precisamos fazer as correções necessárias para restaurar o site. Isso pode significar alterar as senhas, atualizar o software do WordPress, limpar quaisquer vírus ou códigos maliciosos, e qualquer outra coisa que precise ser feita para recuperar o seu site.

Além disso, é importante lembrar de mudar todas as senhas importantes, como a do seu banco de dados, a sua conta de e-mail e qualquer outro serviço que possa ter sido comprometido. A melhor maneira de evitar que isso volte a acontecer é manter todos os seus serviços seguros e protegidos. É importante também manter o seu software WordPress sempre atualizado, para que você possa usufruir dos últimos recursos de segurança.

Explorações de Vulnerabilidades

Descobrir que o seu WordPress foi hackeado é a pior pesadelo de todos os administradores de sites. O hack pode ter muitas consequências, desde a perda de dados até um impacto negativo na experiência do usuário.

A boa notícia é que não importa quão difícil ou extremo o hack pareça, existem soluções. A primeira coisa a fazer é identificar como o seu site foi comprometido e atacado.

Uma das formas mais comuns de hackers explorarem o seu site é aproveitando vulnerabilidades no WordPress. Devido à sua enorme popularidade, o WordPress é alvo frequente de ataques e hackers, que querem explorar as suas falhas de segurança.

Embora alguns hacks possam parecer complicados e impossíveis de reparar, existem passos de recuperação simples que você pode executar para recuperar o seu site WordPress. O primeiro passo é encontrar e reparar as vulnerabilidades.

Em primeiro lugar, é importante identificar quais partes do WordPress estão desatualizadas ou não são mais suportadas. Uma vez identificado, você pode começar a instalar atualizações e patches para corrigir as vulnerabilidades.

Em segundo lugar, passar por todos os plugins que o WordPress está usando e verificar se estão atualizados. É importante manter todos os plugins atualizados para reduzir a possibilidade de uma falha de segurança.

Depois de verificar todos os plugins e atualizar o WordPress, é importante executar uma verificação completa do seu site. Um scan de segurança detalhado pode detectar qualquer malware ou códigos maliciosos que possam ter sido instalados pelo hacker.

Depois de executar o scan de segurança, é importante limpar o WordPress e restaurar os arquivos comprometidos. Isso envolve a remoção de quaisquer arquivos maliciosos ou códigos que possam ter sido instalados pelo hacker.

Por fim, é importante tomar medidas de segurança adicionais para impedir que o seu site seja comprometido novamente. Isso inclui a criação de senhas fortes, a ativação de dois fatores, a instalação de um firewall e a ativação de backups regulares.

Injeção de Código Malicioso

Injeção de código malicioso é um dos maiores pesadelos dos usuários do WordPress. Quando seu site é infectado, todos os seus dados e informações de segurança ficam expostos para que os hackers possam explorar. A injeção de código malicioso é usada por cibercriminosos para adicionar código malicioso a páginas web, tais como PHP, HTML, CSS e JavaScript. Isso também pode incluir arquivos maliciosos enviados para o seu servidor ou conceder aos hackers acesso remoto e privilégios adicionais.

Quando o seu site WordPress é invadido, o hacker normalmente insere código malicioso em arquivos da sua instalação WordPress como temas, plugins ou arquivos do WordPress, eles podem também acessar seu banco de dados para alterar conteúdo e adicionar backdoors e códigos maliciosos. Seu site de WordPress também pode ser infectado por malware externo, como anúncios maliciosos e malwares que se espalham por meio de arquivos compartilhados.

A melhor maneira de prevenir que o seu site de WordPress seja hackeado é mantendo-o atualizado com o último software de segurança, os plugins do WordPress mais recentes e as versões mais recentes de temas e plugins. Além disso, é importante fazer backups regulares do seu site para protegê-lo contra ataques maliciosos. Seu provedor de hospedagem também deve fornecer um firewall de segurança para proteger seu site de tentativas de invasão.

Passos Para Recuperar o WordPress Hackeado

Se o seu WordPress foi atacado e está sofrendo com vírus ou outra forma de hacking, é hora de tomar ação imediata para restaurar o site e manter seus dados seguros no futuro. A recuperação do WordPress de um ataque de hacking pode ser um processo demorado e estressante, mas seguindo as etapas direito você será capaz de tê-lo de volta e seguro em pouco tempo.

A primeira coisa que você deve fazer se seu WordPress for hackeado é parar imediatamente qualquer atividade nele. Se você estiver usando o WordPress para qualquer outro propósito, será necessário desativar o site antes de continuar. Se você estiver usando um serviço de hospedagem, contate-os imediatamente para ver se eles têm a capacidade de bloquear o seu site até que ele possa ser restaurado.

Uma vez que o site esteja desativado, você deve então fazer o backup de todos os seus arquivos do WordPress. Você pode fazer isso manualmente baixando os arquivos ou usando o seu serviço de hospedagem para fazer o backup automático. Armazenar os backups em um local seguro é crítico para garantir que você não perca nenhum arquivo importante.

Depois que os arquivos estiverem seguros, você deve então escanear o seu WordPress para descobrir quais malwares ou vírus estão presentes. Existem muitas ferramentas de segurança disponíveis no mercado, então verifique quais são as melhores para o seu site. Depois de identificar quais malwares ou vírus estão presentes, você deve então excluí-los do seu site.

Finalmente, você deve atualizar o seu WordPress para as últimas versões e usar ferramentas de segurança para monitorar a segurança do seu site. É importante manter seu WordPress atualizado para garantir que você não vai ser atacado novamente. Também é importante usar ferramentas de segurança para monitorar o seu site, para que você possa detectar rapidamente qualquer nova forma de hacking que possa aparecer.

Avaliar a fonte do Ataque

Se você está tendo problemas com um WordPress hackeado ou seu WordPress está infectado com vírus, você pode estar se sentindo desesperado e questionando como recuperá-lo. Avaliar o dano é um dos primeiros passos que você deve tomar para recuperar seu WordPress de um pesadelo de hacking. Nem sempre é fácil dizer o que foi afetado e o que pode ser feito para se recuperar.

Antes de fazer qualquer coisa, você precisa parar e verificar exatamente o que foi afetado. O primeiro passo é descobrir exatamente o que o hacker fez. Você precisará fazer uma auditoria de segurança para descobrir exatamente quais áreas foram afetadas. Se possível, pegue um histórico identificando quais arquivos foram criados, alterados ou excluídos. Isso ajudará a identificar quais arquivos podem ter sido alterados e excluídos.

Além disso, você deve verificar as permissões de arquivos e diretórios. Verifique seus arquivos de log para ver quem ou o que está acessando ou modificando os arquivos do seu site. A auditoria de segurança pode ajudar a identificar quais usuários ou IPs estão fazendo o quê.

Outro passo importante é certificar-se de que todos os softwares que você está usando são atualizados. Verifique se você está usando as versões mais recentes do WordPress e de todos os plugins e temas que você está usando. Verifique também quaisquer outros softwares que você possa usar, como servidores Web, banco de dados, etc. Certifique-se de que eles estejam atualizados com as correções de segurança mais recentes.

Limpar Seu Site WordPress

Se o seu site WordPress foi hackeado ou suspeita que pode ter sido infectado com um vírus, primeiro é necessário limpar o site. É importante lembrar que, mesmo que você conserte o site, existe a possibilidade de que o hacker consiga acessar novamente.

É por isso que é aconselhável atualizar para uma versão mais recente do WordPress e seguir outras medidas de segurança para ajudar a evitar qualquer nova violação de segurança.

Limpar um site WordPress Hackedo pode ser um processo complicado, pois hackeadores profissionais podem profundamente infectar um site. Uma inspeção profunda de arquivos, banco de dados, URLs externas e plugins é necessária para garantir que nenhum malware seja deixado para trás. Além disso, é importante manter o seu site WordPress sincronizado com o WordPress.org, para que você possa obter atualizações de segurança importantes que ajudam a proteger o seu site.

Uma dica importante é fazer backup de todos os arquivos e informações do banco de dados do seu site antes de começar o processo de limpeza. Se você ainda não tem um backup do seu site, mesmo que ele já tenha sido hackeado, é aconselhável instalar um plugin de backup, para que você possa restaurá-lo no futuro.

O próximo passo é excluir todos os arquivos, pastas e plugins suspeitos. É importante verificar se há algum arquivo ou plugin que não deveria estar lá. Se houver, exclua-o. Em seguida, verifique o banco de dados para localizar e remover quaisquer scripts suspeitos. Por último, mas não menos importante, é necessário alterar todas as senhas, inclusive as do banco de dados.

Descubra Como Seu Site Foi Hackeado

Se você descobriu que o seu site WordPress foi hackeado ou está infectado com vírus, não está sozinho. De fato, segundo a Wordfence, 77% dos sites que usam o WordPress já foram vítimas de cybercrime. Enfrentar um site WordPress hackeado ou um ataque de malware pode ser um verdadeiro pesadelo, mas há soluções.

Antes de tudo, você precisa descobrir como seu site foi hackeado. São duas as principais formas: hackeamento direto e exploração de vulnerabilidades. O primeiro tipo de ataque implica que alguém invadiu seu site por meio de uma tentativa de crack de senha, enquanto o segundo se baseia em falhas de segurança do seu servidor e / ou software WordPress. Algumas vezes, o malware pode invadir seu site usando segurança insuficiente.

Uma das principais coisas a fazer para descobrir como seu site foi hackeado é checar o seu registro de log de servidor. Ele mostrará quaisquer atividades suspeitas de tentativa de login ou exploração de vulnerabilidades. Você também pode verificar o seu registro de log de WordPress para ver quais plugins ou temas foram instalados recentemente.

Além disso, você pode usar ferramentas para verificar a segurança do seu site WordPress. Ferramentas como o Wordfence Scanner são uma ótima maneira de detectar possíveis vulnerabilidades e outras falhas de segurança. Os scanners de malware também podem ajudar a detectar infecções por malware.

Depois de descobrir como seu site foi hackeado, você pode começar a limpar seu site WordPress. Isso geralmente envolve varrer o seu site para malware, remover qualquer conteúdo suspeito, redefinir as senhas e alterar os nomes de usuário, reverter as alterações feitas no código do seu site, atualizar o seu software WordPress e todos os plugins e temas e, finalmente, reforçar a segurança do seu site.

Altere As Senhas E Atualize Todos Os Plugins, Temas e Códigos Core do WordPress

Se o seu WordPress foi hackeado ou um vírus foi descoberto no seu site, recomendamos que você inicie o processo de recuperação ajustando as senhas de todos os usuários do seu site. Você também deve mudar a senha de acesso à sua conta de hospedagem de site.

Além disso, certifique-se de atualizar todos os plug-ins, temas e códigos-base do WordPress, pois essas atualizações são frequentemente usadas por hackers para explorar vulnerabilidades. As atualizações também tornam seu site mais seguro. Você também deve verificar seus temas e plug-ins para checar se eles estão corrompidos ou têm arquivos maliciosos escondidos.

Além de ajustar as senhas e atualizar os plug-ins, temas e códigos-base do WordPress, também recomendamos fazer backup regularmente do seu site. Isso garantirá que, caso o seu site sofra danos graves, você possa restaurar rapidamente seu site a partir de backups recentes.

Por último, mas não menos importante, certifique-se de instalar um plugin de segurança premium para garantir que todos os componentes do seu site sejam monitorados continuamente. Isso ajudará a detectar qualquer atividade suspeita no seu site e fornecerá alertas imediatos sobre qualquer varredura maliciosa.

Atualizando Plugins, Temas e Código Core Do WordPress

Se você suspeitar que seu WordPress foi hackeado ou está infectado com vírus, é importante realizar a atualização do código-fonte do WordPress, assim como de todos os plugins e temas instalados. O WordPress e seus plug-ins e temas são atualizados regularmente para melhorar a segurança e manter o site atualizado.

Para garantir que o WordPress esteja totalmente atualizado, primeiro faça o backup de todos os arquivos e banco de dados antes de começar. Se você não sabe como realizar o backup, recomendamos usar um plugin para isso.

Uma vez que seu site esteja devidamente respaldado, pode-se começar a atualização. Você pode atualizar tudo a partir da interface do WordPress, indo para ‘Ferramentas’ e selecionando ‘Atualizações’. Também é possível atualizar os plugins e o tema indo para o painel de controle da seção ‘Plugins’ ou ‘Temas’, respectivamente.

Se todos os seus plug-ins e temas estiverem desatualizados, você também pode optar por remover e reinstalar toda a plataforma WordPress. Isso exigirá algum trabalho, pois você precisará reinstalar todas as extensões individuais e personalizar os temas.

Se quer ainda mais recursos de segurança, recomendamos a instalação de um firewall web ou o uso da segurança em nuvem para proteger o WordPress contra hackers e vírus.

Implemente Medidas De Segurança

Se você já teve o WordPress hackeado ou com vírus, sabe o quão desagradável é ter que consertar o site. Se você ainda não experimentou esse sentimento desagradável, então é hora de tomar medidas para se proteger. Implementar medidas de segurança para o seu site WordPress é essencial para proteger suas informações confidenciais de hackers maliciosos e criminosos virtuais.

Existem muitas maneiras de aumentar a segurança do seu site. Primeiro, você pode usar o código de segurança SSL em seu site. Uma conexão SSL criptografa a comunicação entre o servidor e o cliente, o que significa que os seus dados estão protegidos de terceiros mal intencionados. Além disso, adicionar uma autenticação de dois fatores ao seu site WordPress, como Google Authenticator, também deve ser uma prioridade, pois isso adiciona uma camada extra de proteção à sua conta.

Outra maneira de aumentar a segurança do seu site é atualizar regularmente o seu WordPress, os plugins e os temas. Ter recursos desatualizados aumenta significativamente suas chances de ser hackeado. Ao atualizar o seu WordPress, você está mantendo o seu site atualizado com as últimas correções de segurança.

Você também deve procurar por plugins de segurança confiáveis que irão monitorar seu site e detectar qualquer atividade suspeita. Alguns plugins de segurança até oferecem a opção de bloquear IPs maliciosos automaticamente.

Por último, você deve criar backups regulares dos dados do seu site. Se ocorrer algum tipo de problema, você poderá restaurar o seu site a partir de um backup recente.

Wordfence Security

Se você descobriu que seu site WordPress foi hackeado, seu primeiro impulso é provavelmente desespero, e é compreensível que você esteja se sentindo desesperado. Você não está sozinho, as estatísticas mostram que aproximadamente 30.000 sites WordPress são infectados todos os meses com algum tipo de malware ou vírus. Felizmente, existem maneiras de recuperar o seu site e continuar onde você deixou.

A primeira coisa a fazer é fazer o possível para evitar que isso aconteça novamente. Nesse caso, você deve ter certeza de instalar uma segurança robusta para seu site, como o Wordfence Security. Esta solução fornece as últimas atualizações de segurança, bem como a verificação em tempo real de todas as atividades suspeitas nos seus arquivos. Este serviço também alertará você se alguma pessoa tentar fazer login indevidamente no seu site.

Depois de tomar medidas para evitar que isso aconteça novamente, você precisa começar a trabalhar na recuperação. Primeiro, você precisa ter certeza de que todas as partes comprometidas do seu site foram devidamente limpadas. Você deve limpar todos os arquivos possivelmente infectados e verificar se todas as credenciais de acesso ao seu site estão atualizadas e seguras.

Se você ainda encontrar problemas no seu site, entre em contato com um especialista em segurança para obter ajuda. Um especialista poderá ajudá-lo a limpar completamente o seu site e garantir que ele esteja totalmente seguro novamente. Além disso, é aconselhável que você faça cópias de segurança regulares do seu site para garantir que possa recuperar seu site rapidamente em caso de qualquer outra emergência.

2FA (Autenticação De Dois Fatores)

A autenticação de dois fatores (2FA) é um recurso poderoso para ajudar a proteger o seu WordPress de ser hackeado ou infectado com vírus. 2FA adiciona outra camada de segurança para o seu website, ao exigir a autenticação do usuário com algum tipo de informação adicional, além da senha. O seu site pode ter um monte de recursos de segurança, mas se um hacker consegue adivinhar a sua senha, eles conseguirão acessar o seu site. Com a autenticação de dois fatores, um usuário não só teria que adivinhar a senha, mas também teria que ter acesso a um código único, que pode ser enviado para a sua conta de email ou obtido através de um aplicativo de autenticação de dois fatores no seu dispositivo móvel. Com isso, mesmo que o hacker descubra a senha, eles ainda não teriam acesso ao seu site.

Existem alguns plugins do WordPress que podem ser usados para habilitar a autenticação de dois fatores para usuários. Alguns dos principais plugins incluem o Two Factor Authentication, o Google Authenticator e o Duo Security. Estes plugins permitem habilitar a autenticação de dois fatores para todos os usuários do seu site ou apenas para usuários específicos. Isso lhes dá a liberdade de escolher qual nível de segurança eles desejam para o seu site, e ajuda a garantir que apenas usuários autorizados possam acessar o site.

Backups é sua melhor segurança

Se o seu website WordPress foi atacado por hackers, é importante restaurar os dados e arquivos para recuperar o seu site. Felizmente, existem inúmeros backups e serviços de restauro automatizados que permitem restaurar o seu website WordPress com rapidez e eficiência.

Os serviços de backup e restauro automatizados são particularmente essenciais se o seu website foi infectado por vírus ou está sendo repetidamente hackeado. Nestes casos, fazer backups regulares e armazená-los em servidores seguros é uma ótima forma de garantir que seus dados estejam seguros e inalterados.

Existem ferramentas gratuitas disponíveis para ajudar na criação, configuração e gerenciamento de backups. Estas ferramentas podem fazer cópias de segurança completas de seu site, assim como arquivos de configuração de aplicativos, banco de dados, servidores de e-mail, e arquivos. Elas também podem restaurar automaticamente os seus dados, arquivos e configurações sempre que for necessário.

Além disso, os serviços de restauração automatizada são úteis para sites WordPress que estejam sendo regularmente atualizados. Muitas vezes, quando os usuários atualizam seus aplicativos WordPress, eles acabam com problemas que impedem o site de funcionar corretamente. Os serviços de restauro automatizados permitem que você restaure seu site com rapidez, sem precisar perder tempo reconfigurando ou corrigindo manualmente os problemas.

Olá,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.