Ecommerce – Tudo o que você precisa saber para começar o seu novo negócio

Avalie este artigo post

Pensando em começar um novo ecommerce? Se sim, tenho certeza que vai gostar das dicas que tenho para compartilhar com você.

Aqui na Escola Ninja WP eu tive a oportunidade de ajudar centenas de empreendedores a criar o seu ecommerce do zero e também tive a oportunidade de ver os principais erros e acertos, quem levou o projeto adiante e quem abandonou o projeto. 

Criar um e-commerce não é uma tarefa fácil como muitos pensam que é, não basta apenas você escolher uma boa plataforma de ecommerce, cadastrar os produtos e pronto, sinto-lhe dizer mas o buraco é um pouco mais embaixo e você verá isso em cada linha deste post.

Esse post é baseado em minha experiência mentorado centenas de projetos de ecommerce ao longo de 10 anos, eu mesmo já tinha um e-commerce de Semi Jóias que não foi para frente, explicarei isso ao longo do texto.

 

Neste artigo você verá:

  • O que é ecommerce?
  • Principais erros que empreendedores cometem ao começar um negócio de loja virtual
  • O que eu preciso saber antes de começar o meu ecommerce?
  • Vale a pena ter meu próprio ecommerce ? Prós e contras?
  • Plataformas de Ecommerce Open Source X paga
  • Plataformas de Ecommerce Open Source são seguras?

Ecommerce Do Jeito Certo

1 – O que é ecommerce?

Ecommerce ou loja virtual técnico é o nome dado a modalidade de vendas online através de uma plataforma. 

Um ecommerce nada mais é do que um site que possui uma plataforma de ecommerce por trás que te permite cadastrar produtos para que outros clientes possam comprar.

2  – Principais erros que muitos empreendedores cometem ao começar uma loja virtual do Zero.

Erro Nº 1 – Achar que você vai vender da noite para o dia.

Vou direto ao ponto com você. O principal erro ao começar um ecommerce do zero é achar que seu produto vai vender rios de dinheiro logo no lançamento.

Essa mentalidade que vai te guiar do momento que seu projeto está sendo criado até a data do lançamento vai te causar muita angústia e muita ansiedade para que o projeto saia logo do papel.

Cada boleto pago à empresa que está desenvolvendo, cada nova contratação, cada novo gosto extra vai começar a te preocupar e você vai começar a se perguntar, eu tenho que vender muito para compensar.

Saiba que sua plataforma não vende sozinha, para que tudo aconteça é necessário uma soma de esforços conjuntos, resumidamente chamamos isso de Marketing Digital, entenda Marketing Digital como (SEO, Adwords, Redes Sociais etc).

E esse é o erro Nº 1. Eu já vi empreendedores muito frustrados justamente porque, após lançar o seu e-commerce, passaram-se 1 mês e nem uma venda foi realizada.

Erro Nº 2 – Não se preocupar com o conteúdo da loja.

Como eu te disse, ter uma loja virtual exige muito trabalho e quando chega na parte de cadastrar produtos, descrição etc, muitos empreendedores desanimam diante de tanto trabalho, e poucos têm dimensão que é aqui que está a mina de ouro do projeto.

Ter um ecommerce bom boas fotos, descrições completas minuciosamente detalhadas, galerias de fotos e vídeos fará total diferença, isso é inegável.

Eu já peguei projetos com fotos de celular borradas, sem descrição alguma, até informações de peso e dimensão estavam erradas pois o proprietário não tinha tempo para trabalhar nestas questões.

Eu brinco com meus mentores que se desse para colocar cheio na internet, isso ajudaria a vender. Mas enquanto não temos essa tecnologia, o mínimo que temos que fazer é oferecer uma boa experiência dentro do produto.

Erro Nº 3 – Não pensar na logística

Entenda logística como a empresa que vai entregar o seu produto.

Aqui no Brasil temos várias empresas de logística, porém para quem está começando não é muito acessível e muitos acabam utilizando os correios.

O grande problema aqui não é quem vai entregar e sim quanto o seu cliente vai pegar por isso. 

Quero compartilhar com você algo que talvez você já saiba, mas se não sabe, fique ligado nisso.

O seu cliente na grande maioria das vezes não compra o seu produto se ele ver um preço algo no frete, não importa qual seja o produto, pois o frete gera um efeito psicológico de perda de dinheiro.

Para você contornar este problema, minha dica é você diluir o preço do frete junto ao preço do produto, logo se uma camisa custa R$ 80 com frete grátis isso é incrível e o cliente acha que está ganhando, porém se a mesma camisa custa R$ 50 e o frete R$ 30 ele não compra pois está jogando R$ 30 reais fora.

Veja que o preço final é o mesmo.

Então para te ajudar nisso, pense bem qual empresa você irá utilizar e caso opte pelos correios pense em estratégias como essa para vencer a batalha.

Hoje nós vivemos na era dos aplicativos, certo? Você já parou para pensar quanto um motorista de Uber ganha por mês se rodar exaustivamente? 

Tenho certeza que se você oferece um frete Fixo para para sua região e terceiriza um motorista por mês e divide o valor do frete com ele, tenho certeza que dependendo do volume de entregas ele ganhará muito mais que ele ganharia como motorista de aplicativos, e não precisaria trabalhar exaustivamente.

Erro Nº 4 – Taxas muito altas com gateways de pagamento

Você vai precisar de um gateway de pagamento para processar todas as suas compras, hoje no mercado temos todo tipo de empresa, porém quanto maior a taxa que você paga, menor é o lucro.

Eu já trabalhei com praticamente todas as empresas de Gateways e sempre que surge uma empresa confiável com taxas competitivas eu já começo meu processo de mudança.

Se você busca uma boa recomendação do melhor gateway de pagamento para ecommerce, eu sugiro a Juno.

Clique aqui para conhecer a Juno.

Agora que você já viu os principais erros que todos empreendedores cometem ao abrir um ecommerce, vamos ver o que você precisa saber para começar um ecommerce do zero.

3 – O que eu preciso saber para começar um ecommerce do zero ?

A primeira coisa mais importante é você conhecer muito bem o seu produto, parece bobo mas nos dias de hoje com importação, dropshipping etc, muitos empreendedores não investem tempo para conhecer o seu próprio produto.

A minha dica aqui é para você investir um tempo conhecendo a fundo o seu produto, qual transformação ele causa na vida das pessoas ou qual problema ele resolve.

A segunda é conhecer quem é o seu público alvo, você vende para classe A, B ou C? qual faixa etária? Esse público é usuário regular de internet? Qual frequência de navegação?

Lembra que eu disse que já tive um e-commerce que não foi para frente? Vou te contar a história dele e talvez isso possa te ajudar em alguma coisa.

A muitos anos atras (uns 10 ) eu e minha esposa abrimos um ecommerce de semi-joias rommanel.

Nós acreditamos como revendedores, juntamos um dinheiro e fomos lá e compramos 5000 reais em semi-jóias.

Peguei todo meu conhecimento de criação de sites e abri uma loja virtual.

Lembra do erro nº1 ? Sim eu ninguém comprou NADA. Motivo? O público alvo estava completamente desalinhado com o produto.

A marca Rommanel é muito conhecida por ter seu produto exposto em vários quiosques de shoppings.

Por se tratar de joia o público alvo quer usar experimentar antes de comprar ou seja neste caso a loja virtual não colou muito até por ser semi joia e estar exposto em tudo quanto é lugar.

O outro problema é que quem compra esse tipo de produto, muitas vezes compra parcelado e atrasa completamente o pagamento.

Para resumir a história toda, nós não tomamos prejuízo até porque a margem de lucro das peças era de 50% porém nós não cobramos centenas de parcelas sem cobrar e encerramos o negócio.

Você precisa conhecer quem é o usuário do seu produto, precisa saber o poder de compra dele, saber em quais lugares esse público alvo costuma comprar, e se precisar visitar algum dos seus concorrentes para ver como funciona.

Você também vai precisar de uma noção mínima de Marketing digital para não cair em papo furado, e hoje que hoje na internet não é muito difícil de você não cair em alguma cilada.

Se você não sabe nada de Marketing Digital ou redes sociais, pergunte a alguém que você confie para te auxiliar. 

Começar um negócio sem Marketing é como abrir uma loja no deserto.

4 – Vale a pena ter o meu próprio ecommerce?

Hoje no mercado há várias plataformas de ecommerce, tem para todo tipo, gosto e também bolso.

Há também as plataformas de ecommerce open source que não deixam nada a desejar.

Ter a sua própria plataforma de ecommerce vai te dar flexibilidade para ter as funcionalidades que vier a sua cabeça e você não ficará à mercê das funcionalidades padronizadas que as empresas de e commerce oferecem.

Por outro lado, você precisa cuidar ou deletar o cuidado da sua plataforma a alguma empresa ou agência especializada em e-commerces.

Agora se você busca uma empresa para cuidar de tudo, inclusive da infraestrutura, o ideal é você contar com uma boa plataforma de ecommerce que caiba no seu bolso.

Eu sempre utilizei plataformas de ecommerce open source, logo sou suspeito de falar.

5 – Plataformas de Ecommerce Open Source ou Paga?

Motivos para usar Plataforma de Commerce Open Source:

1 – Flexibilidade

2 – Não tem taxas ou comissionamento por venda

3 – Cabe no seu bolso

4 – Você cresce e não precisa pagar altas taxas por isso

5 – Tudo ilimitado

Porém… Veja alguns motivos que precisa tomar nota que talvez não lhe agrade

1 – Você é responsável por toda parte técnica (Pode deletar isso)

2 – Pequenos erros e instabilidades podem acontecer, nada de grave mas acontece.

3 – Você não tem suporte técnico a não ser que terceirize.

Motivos para usar Plataforma de Ecommerce paga

1 – Comodidade – Tudo fica por conta da empresa

2 – Suporte técnico 

3 – Não precisa contratar ninguém para suporte técnico

Motivos que talvez não goste

1 – Taxas muitas vezes altas

2 – limites impostos de acordo o plano e também crescimento

3 – Nem tudo que você quiser será possível

6 – Plataformas de Ecommerce Open Source são seguras?

Esse é um dos motivos que levam muitos empreendedores a não usar as plataformas de e-commerces open sources por achar que elas não são seguras.

Essa não é uma afirmação correta, pois as principais plataformas de e-commerces são seguras sim, se desenvolvidas por profissionais qualificados não há o que temer.

O que acontece é que muitas empresas de e-commerces pagam isso para tirar o foco do cliente da gratuita.

Não precisa ter medo de usar uma ferramenta só porque ela é gratuita.

Eu por  exemplo utilizo o WooCommerce que é a melhor plataforma de ecommerce gratuita a muitos anos e nunca tive nenhum problema com segurança, instabilidade, nada.

Não deixe que essas empresas coloquem medo em você.

Consultoria em Ecommerce

Quer começar o seu ecommerce do jeito certo mas ainda tem dúvidas e medos? Entre em contato conosco. Através da Nossa Consultoria WordPress podemos te auxiliar, tirar suas dúvidas e te ajudar na criação do seu ecommerce.

Conclusão:

Ter sua própria plataforma de e-commerce vai te trazer muitos benefícios, porém se for o seu caso terceirizar isso para uma empresa de e-commerce especializada, compare os preços e a solução entregue por eles.

Sucesso e boas vendas.

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.